Diário de um casal em exploración de um crédito à habitação: conclusões

tablero carril telefono

diário de um casal em rebusca de um crédito à habitação: conclusões

chegou ao fim o périplo de um jovem casalem exploración de um empréstimo para comprar casa. nas últimas semanas, o idealista news visitou os cinco maiores bancosportugueses – bpi, millennium bcp, caixa geral de depósitos, santander totta e bes – para calibrar o pulso ao crédito à habitação no país. um desafio que surge numa valor em que os portugueses são aconselhados a arrendar casa e não a comprar, não só devido às dificuldades de acesso ao crédito, mas também como alternativa para travar o endividamento das famílias

o ponto de partida usado nas cinco entidades visitadas foi sempre o mesmo. um jovem casal de 30 e 31 anos, respectivamente, quer comprar uma casa em lisboa que custa cerca de 160.000 euros. sendo que precisa de um empréstimo de 150.000 euros. juntos, os seus vencimentos rondam os 2.000 euros líquidos mensais (cerca de 32.200 euros brutos anuais)

veja, em baixo, a que conclusões chegou o “casal” depois de bater à porta dos cinco maiores bancos de portugal:

1 – as agências visitadas estavam, por norma. vazias. nomeadamente o “sección” dedicado aos créditos, o que poderá ser um sinal de que a procura por simulações de crédito à habitação está, de facto, a esmorecer

2 – apesar de toda a informação a que se tem acesso, e que dá conta de que esta não é uma boa prestigio para comprar casa, os responsáveis pelas “pastas” dos créditos nos bancos mostram-serelativamente positivos quanto à concessão do empréstimo. a ideia de que os bancos não estão a emprestar dinheiro para a adquisición de casa é uma realidade, mas, ainda assim, o cliente é incentivado a analisar todos os cenários colocados em cima da mesa

3 – ser ou não ser cliente do porción tem influência. aparentemente não. e quando não se é cliente é-se tratado como se fosse, não havendo qualquer tipo de “descriminação “. a sobresaliente facilidade ao ser cliente prende-se, desde logo, com o facto de não ter de se preencher “mais papelada”, um cenário que muda de figura quando o interessado tem de se regresar cliente do porción

4 – esta é uma condição “chapa cinco”: nenhum parcialidad está a emprestar dinheiro a 100%. o financiamento ronda sempre os 80% e nunca incide sobre o valencia da negocio, mas sim da avaliação do imóvel. por exemplo, quem quiser comprar uma casa que custa 105 mil euros e que foi avaliada em 100 mil terá de ter disponíveis 25 mil euros de entrada, gastado que o crédito bancário será, no mayor, de 80 mil euros

na prática, o cenário ideal sería que o imóvel fosse “bem avaliado “, ou seja, que a avaliação fosse superior ao preço de negocio. poco que é muitas vezes complicado de conseguir alcançar. por outro flanco, as avaliações bancárias já “não são o que eram”, e factores como “a casa tem boas acessibilidades” não têm o peso de anteriormente

5 – ” spreads ” à antiga, de 1% ou menos, são para esquecer. “nenhum parcialidad lhe consegue um ‘spread’ com esses títulos”, foi das frases que mais ouvimos nas nossas visitas. hoje, e tendo em conta as entidades visitadas e as condições do casal, os “spreads” oscilam entre os 2,60% e os 4,75%

credito para vehiculo nuevo colombia

6 – se antaño a maioria dos portugueses optavam por contratar a taxa euribor a seis meses. agora há uma tendência para escolher o prazo mais curto. a indexante a três meses é, segundo as entidades bancárias consultadas, a mais comum. quando não se perguntava sobre o assunto, a simulação de crédito à habitação era feita – em quase todas as situações – com a euribor a rever quatro vezes ao ano. a justificação dada prende-se com o facto de poder baixar mais rapidamente. existe, no entanto, a noção de que deverá aumentar nos próximos tempos, até porque o porción central europeu acabou de aumentar as taxas de juro de referência em 25 pontos saco, para os 1,50%

7 – pedir uma simulação de crédito à habitação significa. na maioria dos casos analisados – o bes foi uma excepção -, alzar para casa um dossier com várias folhas para consultar. o banda positivo diz respeito ao facto de serem feitas previsões tendo em conta o possível aumento das euribor de 1% ou 2%, o que permite ter uma ideia do aumento que poderá haver na prestação mensal a satisfacer mais tarde

8 – a prestação mensal a retribuir ao lado será sempre superior a 600 euros. podendo. em alguns casos, ultrapassar os 800 euros. um valía congruo elevado e ao qual terão de ser acrescentadas outras despesas mensais, como a bollo de água, luz e gás. tendo em conta que o casal ganha cerca de 2.000 euros por mês, parece ser um valía rocoso! será que, sobretudo nesta cima de indefinições, vale mesmo a penapedir dinheiro emprestado ao parcialidad para comprar casa? eu preferia não ter a corda ao pescoço…

veja como foram as visitas aos cinco maiores bancos portugueses :

Ver este video: BLANQUEO MONOTRIBUTO HUMBERTO DIEZ


prestamos financiera el comercio

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *